The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Parceiros

The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

O Modo ECO é uma Ferramenta Subutilizada

Blog da Série: Controle Vertiv™ NetSure™

Craig Oursler •

A maior necessidade de energia das redes 5G e a pressão crescente para reduzir o consumo de energia e as emissões de CO2 em resposta às mudanças climáticas estão levando as operadoras de telecom a buscar formas inovadoras para gerenciar as demandas de energia de suas redes. Isso é encorajador para o futuro da indústria – e para o meio-ambiente – mas existem ferramentas subutilizadas hoje que podem ajudar nas duas frentes.

Durante várias semanas anteriores, destacamos algumas dessas ferramentas ao discutirmos os recursos da Unidade de Controle Vertiv™ NetSure™ (NCU), o controlador avançado da Vertiv para sistemas de alimentação de energia em CC. Cobrimos assuntos como deslocamento de pico e corte de pico e o modo de baterias de íon-lítio que apresentam oportunidades para o gerenciamento mais inteligente da energia. Hoje, estamos focando no modo ECO, um modo de operação para economizar energia que as atuais operadoras de rede frequentemente ignoram ou usam incorretamente.

Vamos começar com uma explicação rápida sobre o modo ECO. A maioria dos sites de telecom operam com uma carga de 50% ou menos a maior parte do tempo. A potência disponível remanescente pode ser usada para redundância, cargas de pico ou recarga de baterias, mas ela é usada em apenas uma fração do tempo. O modo ECO desliga os retificadores que não estão sendo usados para preservar energia e apenas os ativa quando a carga assim o demandar. É uma forma eficaz de gerenciar o uso de energia em um site, mas operadoras com aversão a riscos têm sido cautelosas. Entretanto, o modo ECO não é um recurso novo e seu desempenho confiável, conforme o planejado, já foi comprovado em milhares de implementações no mundo todo. A cautela inicial é compreensível, mas nesse momento, não aceitar o modo ECO é simplesmente uma oportunidade perdida.

Mesmo as operadoras que usam o modo ECO regularmente em suas redes muitas vezes desconsideram um simples benefício de economia de energia deste modo de operação. Para dar o devido crédito, essas operadoras voltadas para a eficiência muitas vezes implementam retificadores premium com 98% de eficiência em suas redes. Embora esse compromisso deva ser aplaudido, o modo ECO pode minimizar esse considerável investimento. Com o modo ECO, o sistema pode ser equipado com metade dos retificadores sendo os de 98% de eficiência e com a outra metade sendo retificadores de menor eficiência (e menor custo); dependendo dos retificadores mais eficientes a maior parte do tempo e apenas ativando os retificadores menos eficientes nas poucas ocasiões em que a carga assim exigir.

A Unidade de Controle NetSure garante que os retificadores operem com eficiência pico em praticamente todas as condições e o faz sem interrupções, medindo continuamente a carga e ativando os retificadores apropriadamente. O controlador também faz a rotação dos retificadores, então, eles dividem os ciclos de serviço igualmente ao longo do tempo de forma a aumentar a sua vida útil. Mudanças rápidas na carga são resolvidas sem degradação ou interrupção dos serviços através da presença do banco de baterias e da resposta rápida dos retificadores. O sistema reagirá rapidamente a mudanças importantes na carga ativando os retificadores em espera de forma segura e em uma questão de instantes.

Conclusão: ao apenas colocar em funcionamento na operação normal retificadores com 98% de eficiência, a NCU minimiza as perdas de energia e as emissões de CO2. E, ao possibilitar um investimento menor em retificadores de alta eficiência, a NCU reduz os custos de capital. Some tudo isso e extrapole para toda a rede – a economia será considerável.

Você está usando o modo ECO na sua rede e está aproveitando tudo que ele oferece? Conte para a gente, e se tiver alguma pergunta, envie um e-mail para Craig Ousler.

PARCEIROS

Selecione o seu país e idioma