The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Parceiros

The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Previsão atualizada projeta crescimento do edge computing e acentuada fuga de talentos

Brasil [Junho 25, 2019] – Há cinco anos, a Vertiv conduziu um estudo global, por toda a indústria, sobre os data centers do futuro. A pesquisa Data Center 2025: Explorando as Possibilidades estimulou a imaginação de mais de 800 profissionais da indústria e introduziu uma visão colaborativa para a próxima geração de data centers. Hoje, a Vertiv lançou uma atualização no ponto médio em relação à pesquisa original – a pesquisa Data Center 2025: Mais Próximo do Edge – e ela revela mudanças fundamentais na indústria que mal foram registradas nas previsões de cinco anos atrás.

A migração para o edge está mudando a maneira como os atuais líderes da indústria pensam sobre o data center. Eles estão enfrentando um amplo ecossistema de data centers, composto por muitos tipos de instalações e dependendo cada vez mais do edge da rede. Dos participantes que hoje têm sites de edge ou esperam tê-los em 2025, mais da metade (53%) espera que o número de sites de edge aos quais eles dão suporte cresça em pelo menos 100%, com 20% esperando um aumento de 400% ou mais. Coletivamente, os participantes da pesquisa esperam que seu número total de sites de edge computing cresça 226% entre agora e 2025.

Durante a pesquisa original de 2014, o edge computing foi reconhecido como uma tendência crescente, mas mereceu apenas quatro menções no relatório de 19 páginas. A atenção da indústria naquele momento estava firmemente focada em arquiteturas híbridas, alavancando recursos empresariais, de cloud computing e de colocation. Mesmo em uma indústria que rotineiramente se move e muda à velocidade da luz, o crescimento do edge computing e o impacto dramático que ele terá no data center são surpreendentes.

 “A pesquisa mostra a relevância que o edge computing ganhou no setor tecnológico, como resposta aos desafios impostos pelo processamento de dados mais perto do ponto de uso”, disse Fernando García, vice-presidente da Vertiv, América Latina. “Para que haja mais dispositivos conectados e uma maior produção de dados, são necessárias mais infraestruturas servido ao edge da rede”.

Mais de 800 profissionais de data centers participaram da pesquisa.  Entre outros resultados notáveis temos:

  • Os participantes não estão tão otimistas quanto às perspectivas de energia solar e eólica no data center como estavam em 2014. Naquele ano, projetaram que cerca de 34% da energia do data center viria dessas fontes até 2025. Agora, a expectativa é de 21% - ainda otimista, mas consciente do ambicioso cronograma.
  • Globalmente, 16% dos participantes esperam estar aposentados até 2025, exacerbando uma escassez de talentos já problemática. Nos EUA, esse número é um alarmante 33%.

Os resultados completos da pesquisa estão disponíveis no relatório Data Center 2025: Mais Próximo do Edge. O relatório original e análises complementares dos resultados estão disponíveis em Vertiv.com.

Sobre a Vertiv

A Vertiv reúne hardware, software, analytics e manutenção contínua para garantir que as aplicações vitais dos clientes possam funcionar continuamente, com um desempenho ideal, e que cresçam de acordo com as necessidades dos negócios. A Vertiv resolve os mais importantes desafios enfrentados pelos atuais datacenters, redes de comunicação e instalações comerciais e industriais, com um portfólio de soluções e serviços de energia, resfriamento e infraestrutura de TI que se estendem de Cloud Computing ao Edge Computing. Com sede em Columbus, Ohio, EUA, a Vertiv emprega cerca de 20 mil pessoas e faz negócios em mais de 130 países. Para mais informações, e para as últimas notícias e conteúdos da Vertiv, visite Vertiv.com.

CONTATO

Ivis C. Fernandez
T +305-335-5883
E Ivis@fusioncomminc.com

PARCEIROS

Selecione o seu país e idioma