The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Parceiros

The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Data Center 2025: Como se Preparar para um Enorme Crescimento no Edge

A proliferação de dados e a dispersão das aplicações significam que os locais para computação no edge da rede precisarão triplicar - ou mais - até 2025. Um em cada cinco participantes da pesquisa Data Center 2025 da Vertiv disse esperar um aumento de 400% ou mais na quantidade de sites de edge aos quais darão suporte nos próximos cinco anos. Como as empresas podem dar suporte e sustentar esse crescimento futuro enorme e incerto?

No webinar, Data Center 2025 Como se Preparar para um Enorme Crescimento no Edge, Martin Olsen, Vice-Presidente Global de Edge e Soluções Integradas da Vertiv e Dave Hybels, Diretor Global de Relações com Analistas da Vertiv, discutem como as empresas podem se preparar para os desafios relacionados à implementação de uma estratégia para o edge da rede.

A indústria de data centers está em uma situação de mudanças sem precedentes: a tecnologia está evoluindo com uma velocidade relâmpago, os data centers estão se tornando cada vez mais distribuídos e dinâmicos e o 5G desponta no horizonte. Dados estão sendo gerados e consumidos mais do que nunca e, frequentemente, isso está ocorrendo no edge da rede.

Dos participantes da pesquisa da Vertiv intitulada Data Center 2025 realizada em 2019 que têm hoje sites de edge, ou pretendem tê-los em 2025, mais da metade (53%) acredita que o número de sites para os quais dão suporte crescerá pelo menos 100%, com 20% esperando um crescimento de 400% ou mais. Como um todo, os participantes da pesquisa acreditam que a quantidade total de seus sites de edge computing cresça 226% entre hoje e 2025.

Além disso, a indústria está majoritariamente otimista sobre as perspectivas para o negócio de 5G e está prosseguindo agressivamente com os planos de implementação. Doze por cento das operadoras esperam lançar serviços de 5G em 2019 (Relatório da 451 Research sobre 5G e Operadoras). A implementação da tecnologia 5G está impulsionando a necessidade por locais no edge da rede e trazendo consigo alguns desafios, como o uso consideravelmente maior de energia.

As empresas podem e devem se preparar agora para o crescimento esperado.

  • ACRESCENTE CAPACIDADE DE COMPUTAÇÃO EM NOVOS LOCAIS DE FORMA EFICIENTE
    • Os MECs (sites de edge computing de multiacesso) são uma forma popular de resolver a colocação de capacidade de computação em novos locais. Oitenta por cento dos participantes em todo o mundo estão implementando, ou pretendem usar, infraestrutura de MEC antes de seus lançamentos de 5G.

  • ESCOLHA ESTRATEGICAMENTE AS LOCALIZAÇÕES DOS SITES
    • Considere os requisitos governamentais em termos de seleção do site. As empresas precisarão implementar TIs em lugares que não foram antes considerados pelo segmento. Elas podem se deparar com questões ambientais como acesso físico, temperatura, umidade, segurança, etc. Pode haver restrições quanto ao transporte de dados por motivos de privacidade ou segurança onde dados brutos tenham um valor importante e, portanto, apresentem um risco relativo a segurança.

  • CUSTOMIZE A DISPONIBILIDADE PARA AS NECESSIDADES DE SERVIÇOS
    • Nem todos os locais de edge e nem todos os racks nestas localizações de edge estarão dando suporte a aplicações que demandem a máxima disponibilidade. A redundância da própria rede e a manutenção preditiva com base nas condições devem permitir uma abordagem de proteção baseada no rack, eliminando o provisionamento em excesso da capacidade do UPS e reduzindo as necessidades de Capex.

  • MITIGUE O MAIOR CONSUMO DE ENERGIA ATRAVÉS DA ECONOMIZAÇÃO
    • Com o uso de energia projetado para aumentar astronomicamente com o lançamento do 5G e porque vários sites de edge estarão dando suporte ao 5G, mitigar o aumento no uso de energia é uma prioridade. Em 5 anos, 73% dos participantes da pesquisa planejam usar tecnologias de refrigeração por economização versus 43% dos que as usam hoje.

  • MITIGUE O MAIOR CONSUMO DE ENERGIA ATRAVÉS DE BATERIAS ATUALIZADAS
    • Graças à maior eficiência das baterias de Íon-Lítio, 81% dos participantes estarão deixando de lado as baterias VRLA nos próximos cinco anos.

  • ASSEGURE A ESCALABILIDADE DA INFRAESTRUTURA AO MESMO TEMPO EM QUE MINIMIZE O CAPEX
    • Fazer agora o provisionamento para os sistemas de infraestrutura que serão necessários para dar suporte ao 5G daqui a 5 ou 6 anos não é prático. A chave será especificar e implementar soluções de infraestrutura modulares e integradas para aumentar a capacidade com um mínimo de disrupção.

  • HABILITE O GERENCIAMENTO REMOTO
    • Na medida em que mais computação vá ficando on-line, a capacidade de monitorar e gerenciar remotamente esses locais será cada vez mais importante. Embora as preocupações com segurança tenham atrofiado a adoção do monitoramento remoto no passado, a quantidade absoluta esperada de sites díspares o tornará uma necessidade. Um sistema ideal de monitoramento proporciona um painel de controle que dá visibilidade aos operadores sem a necessidade de enviar técnicos para o site.
    • Concomitantemente às enormes mudanças na tecnologia, está ocorrendo uma transformação nos locais de trabalho. Um terço dos profissionais de data center projeta se aposentar até 2025. Habilitar recursos para o gerenciamento remoto ajudará a aumentar a produtividade de uma força de trabalho reduzida.
ASSISTA AO WEBINAR

  

Assine nosso blog e se mantenha informado sobre as últimas tendências, tecnologias e novidades.

Conteúdo Relacionado

PARCEIROS
Overview
Comprar Produtos e Serviços

Selecione o seu país e idioma